Como ter fé e colocá-la em prática?

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Conselhos de monsenhor Jonas sobre como ter fé e colocá-la em prática

 Como ter fé e colocá-la em prática?

Baseado na história de Ana, mãe de Samuel, monsenhor Jonas Abib aconselha sobre como ter fé e colocá-la em prática.
“Ana, cheia de amargura, em profusão de lágrimas, orou ao Senhor. Como ela se demorasse nas preces diante do Senhor, Eli observava o movimento de seus lábios. Ana apenas murmurava: seus lábios se moviam, mas não se ouvia sua voz. Eli julgou que ela estivesse embriagada. Por isso lhe disse: “Até quando estarás bêbada? Cura esse bebedeira!” Ana, porém, respondeu: “Não é isso, meu senhor! Sou apenas uma mulher muito infeliz; não bebi vinho nem bebida forte, mas derramarei a minha alma na presença do Senhor. Não consideres tua serva uma mulher perdida, pois foi por minha excessiva dor e aflição que falei até agora”. Eli então lhe disse: “Vai em paz, e que o Deus de Israel te conceda e o que lhe pediste” (1Sm 1,10-12-17).
Muito pior do que a esterilidade física é a esterilidade espiritual de nossa fé. O pecado, o mundo, o demônio conseguiram fazer de nós homens e mulheres estéreis na fé e na confiança em Deus.
É preciso, assim como Ana, derramar nosso coração diante do Senhor.
Infelizmente, somos homens e mulheres de pouca fé. Quando gastamos apenas um pouco de energia para pedir, já nos cansamos e desanimamos. Dizemos que é impossível e “entregamos os pontos”. Rezamos um “pouquinho” e, com isso, achamos que rezamos muito. É como numa corrida: o corredor precisa ter força nas pernas não somente na descida; ele precisa continuar com firmeza e agilidade, no mesmo ritmo, também na subida. Vence aquele que não arrefece e conserva o ritmo até a chegada.

Todo cristão precisa de firmeza, pois o mundo se tornou um deserto de fé e amor.
Depois de Pentecostes, os apóstolos pregavam, e as pessoas se convertiam e recebiam o derramamento do Espírito Santo. O número de cristãos cresceu de tal forma que somente os apóstolos não eram em número suficiente para atendê-los. Surgiram os diáconos, dentre os quais Estêvão.
O ardor e a força da convicção de Estêvão eram tamanhos que abalaram as estruturas do sinédrio. Por causa disso, muitas pessoas tinham raiva dele. Condenaram-no e o martirizaram a pedradas, para que não pudesse mais falar. Saulo foi quem carregou o manto daqueles que o apedrejaram. A revanche de Deus foi muito maior: o que Estêvão não falou, Paulo falou e fez.
Ninguém pode nos calar diante de nosso testemunho. Nós, cristãos, precisamos reagir. Portanto, proclamemos que Jesus Cristo é o Senhor!
Os apóstolos também sofreram muitas perseguições. Depois de terem sido presos, Pedro, João e os demais apóstolos foram proibidos de pregar em nome de Jesus e realizar milagres. Ao voltar para a comunidade, no entanto, em vez de estarem temerosos e receosos, todos oravam.
“Agora, Senhor, olha as ameaças que fazem e concede que os teus servos anunciem corajosamente a tua palavra. Estende a mão para que se realizem curas, sinais e prodígios por meio do nome do teu santo servo Jesus” (At 4,29-30).
É assim que o Senhor prepara Seus valentes guerreiros. Ontem eram Pedro, João Estêvão e Paulo. Hoje, somos você e eu. O método é o mesmo: o Senhor põe diante de nós situações concretas nas quais precisamos pôr nossa fé em ação.

Oração:

Não estranhe se as situações são difíceis,isso acontece porque você precisa de um treinamento mais firme de fé. Peça essa graça ao Senhor.
“Senhor, eu preciso ser uma pessoa de fé, preciso crescer na oração e orar sem cessar, com fé diante do impossível, sabendo que nada é impossível para o Senhor e tudo é possível para aquele que crê. Preciso orar sabendo que tudo pode ser mudado pela oração. Senhor, preciso ser uma pessoa de oração, fé, convicção e determinação em Ti. Muda minha mente, meu coração, minhas atitudes de oração. Renuncio a toda incredulidade e impiedade. Liberta-me pelo Seu Espírito; não posso e não quero permanecer estéril. Preciso desse milagre. Pelo Seu Espírito Santo, renova-me, restaura-me. Que a fecundidade da oração volte a mim e que a esterilidade não permaneça na minha vida, Senhor. Amém!”

0 comentários:

Seja um Padrinho Vem Cuidar de Mim

Pesquisar neste Blog

Liturgia Diária

Liturgia Diária
Canção Nova

PC Magazine

PC Magazine
Informática e Eletrônicos

Novo Arcebispo da Arquidiocese da Paraíba - Dom Delson

Novo Arcebispo da Arquidiocese da Paraíba - Dom Delson

Projeto "Igreja no Cinema" - Fotos

Projeto "Igreja no Cinema" - Fotos
Paróquia Menino Jesus de Praga

10 Anos de Ordenação Diaconal - Fotos da Comemoração

10 Anos de Ordenação Diaconal - Fotos da Comemoração
Diácono Roberto Inocêncio

Fotos

Fotos
Paróquia Menino Jesus de Praga

Visitantes

Ajude o Laureano

Oração de exaltação a Santa cruz

Terço

Terço
Mãe da Divina Misericórdia

Mensagem

Campanha Vem Cuidar de Mim

Campanha Vem Cuidar de Mim
Assine aqui o abaixo assinado!

Conselhos do Papa Francisco

Mensagem

Mensagem
Monsenhor Jonas Abib

Reflexão

Frei Galvão

Frei Galvão
História

O Papa Francisco

O Papa Francisco
Vatican

Bíblia Católica On Line

Mensagem

Mensagem
Monsenhor Jonas Abib

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI
armaduradocristao@gmail.com

Horário das Missas na Paróquia Menino Jesus de Praga - Bancários

  • Quinta-feira - 19:30hs
  • Sexta-feira -06:00hs
  • Sábado - 19:00hs
  • Domingo - 8:00 e 17:00hs
  • Telefone: (83) 3235.5120

Siga o Armadura por e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

A ARMADURA DO CRISTÃO

A ARMADURA DO CRISTÃO
Leia Efésios 6, 10-20

Adoração ao Santíssimo

Adoração ao Santíssimo

Salmos on Line

Menino Jesus de Praga

Arquivos Obras Timbó