Natividade de Nossa Senhora

segunda-feira, 8 de setembro de 2014



A morada de Deus entre nós iniciou-se com Maria, por isso nós precisamos reconhecer a importância de Nossa Senhora no plano e nos desígnios salvíficos de Deus.


Pois aqueles que Deus contemplou com seu amor desde sempre, a esses ele predestinou a serem conformes à imagem de seu Filho, para que este seja o primogênito numa multidão de irmãos” (Romanos 8, 29).


Hoje celebramos a Natividade de Nossa Senhora, o dia do nascimento da Virgem Maria. O nascimento tão importante, como é o de cada um de nós; fazemos festa, celebramos, comemoramos. Nós queremos celebrar o nascimento da Mãe de Jesus e Mãe nossa!

Nós precisamos reconhecer a importância de Maria no plano e nos desígnios salvíficos de Deus. A leitura que ouvimos na Carta de Paulo aos Romanos, uma das opções da primeira leitura para a Missa de hoje, nos diz justamente isso: aqueles a quem Deus amou desde sempre, a esses Ele predestinou a serem conforme à imagem do Seu Filho Jesus.

Precisamos entender “predestinação” no sentido universal da palavra. Todos nós somos predestinados à salvação, chamados por Deus para ser salvos. Mas há também o significado de predestinação como escolha. Sim, Deus escolhe alguns para que sejam cooperadores, colaboradores d’Ele no plano da salvação. Ainda que todos nós sejamos chamados a colaborar, há aqueles que, de um modo mais direto, contribuem mais incisiva e plenamente com toda a sua vida no processo de salvação da humanidade.

Maria assume um plano, ou melhor, um plano singular nos desígnios de Deus. Ela foi escolhida no coração do Pai, pensada por Ele desde o momento do pecado e da queda dos nossos pais [Adão e Eva] no paraíso. A ela foi destinado o papel de ser a nova mulher, a nova Eva, aquela que seria a Mãe do Filho de Deus, o Salvador de toda a humanidade. A escolha de Maria é dom gratuito e amoroso de Deus; foi Ele que a amou, foi Ele que a escolheu, que a chamou!

Algumas pessoas, por preconceito, por visões erradas, por mentalidades distorcidas, têm muita dificuldade para amar Maria. Deixe-me dizer uma coisa a você: não tenha medo de amá-la. Assim como o anjo disse a José: “não tenha medo de receber Maria como sua esposa”, eu digo agora a você: não tenha medo de amar Maria, pois quem a amou primeiro foi Deus. Se Deus a amou muito, nós não podemos amá-la pouco!


Deus abençoe você!

Fonte: Canção Nova

0 comentários:

Como Retornar?

Como Retornar?
Dicas para voltar a ter intimidade com Deus

Pesquisar neste Blog

Liturgia Diária

Liturgia Diária
Canção Nova

Comunidade do Timbó recebe Arcebispo Dom Delson

Comunidade do Timbó recebe Arcebispo Dom Delson
Bênção da reforma da Capela Santo Antônio

Seja um Padrinho Vem Cuidar de Mim

PC Magazine

PC Magazine
Informática e Eletrônicos

Novo Arcebispo da Arquidiocese da Paraíba - Dom Delson

Novo Arcebispo da Arquidiocese da Paraíba - Dom Delson

Projeto "Igreja no Cinema" - Fotos

Projeto "Igreja no Cinema" - Fotos
Paróquia Menino Jesus de Praga

10 Anos de Ordenação Diaconal - Fotos da Comemoração

10 Anos de Ordenação Diaconal - Fotos da Comemoração
Diácono Roberto Inocêncio

Fotos

Fotos
Paróquia Menino Jesus de Praga

Visitantes

Ajude o Laureano

Oração de exaltação a Santa cruz

Terço

Terço
Mãe da Divina Misericórdia

Mensagem

Campanha Vem Cuidar de Mim

Campanha Vem Cuidar de Mim
Assine aqui o abaixo assinado!

Conselhos do Papa Francisco

Mensagem

Mensagem
Monsenhor Jonas Abib

Reflexão

Frei Galvão

Frei Galvão
História

O Papa Francisco

O Papa Francisco
Vatican

Bíblia Católica On Line

Mensagem

Mensagem
Monsenhor Jonas Abib

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI
armaduradocristao@gmail.com

Horário das Missas na Paróquia Menino Jesus de Praga - Bancários

  • Quinta-feira - 19:30hs
  • Sexta-feira -06:00hs
  • Sábado - 19:00hs
  • Domingo - 8:00 e 17:00hs
  • Telefone: (83) 3235.5120

Siga o Armadura por e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

A ARMADURA DO CRISTÃO

A ARMADURA DO CRISTÃO
Leia Efésios 6, 10-20

Adoração ao Santíssimo

Adoração ao Santíssimo

Salmos on Line

Menino Jesus de Praga

Arquivos Obras Timbó