Advento: uma semente de esperança

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

O Advento definitivo do Senhor nos trará muitos benefícios

Estamos a poucos dias do Natal, enquanto isso, nosso coração está ansioso à espera do nascimento do Menino Jesus. “A vinda do Filho de Deus à terra é um acontecimento de tal imensidão, que Deus quis prepará-lo durante séculos. Ritos e sacrifícios, figuras e símbolos da ‘Primeira Aliança’, tudo ele faz convergir para Cristo, anuncia-o pela boca dos profetas que se sucedem em Israel. Desperta, além disso, no coração dos pagãos a obscura expectativa desta vinda” (Catecismo, 522). Ao “celebrar cada ano a liturgia do Advento, a Igreja atualiza essa espera do Messias: comungando com a longa preparação da primeira vinda do Salvador, os fiéis renovam o ardente desejo de sua Segunda Vinda” (Catecismo, 524). Por esse motivo, o Advento é um tempo marcado, sobretudo, pela esperança.
Advento: uma semente de esperança
Foto ilustrativa: Saracin by Getty Images
Celebrar o Natal é celebrar a intervenção de Deus sobre a terra. Deus Todo-poderoso deixa seu trono no céu e vem morar conosco. Mais ainda, não só vem morar conosco como também se torna um de nós em tudo, menos no pecado, como atesta São Paulo. A vinda de Cristo à Terra revela que o ser humano não está sozinho, ele pode contar com Deus. Desperta-se, assim, a esperança de dias melhores. Porque Deus está conosco podemos, já no presente, contemplar aquilo que ainda almejamos para o futuro (Hb 11,1).
Neste tempo, devemos ter em vista a segunda e definitiva vinda de Nosso Senhor. “A partir da Ascensão, o Advento de Cristo na glória é iminente, embora não nos ‘caiba conhecer os tempos e os momentos que o Pai fixou com sua própria autoridade’ (At 1,7). Este acontecimento escatológico pode ocorrer a qualquer momento […]” (Catecismo, 673).
A segunda vinda de Cristo não deve causar medo em quem o espera, longe disso, precisa causar alegria. Com a sua vinda, Ele restaurará todas as coisas. Existirá uma nova terra e um novo céu (Cf. Ap 21,1). Tudo que é velho será transformado em novo, a escuridão em claridade. Ele enxugará toda lágrima dos olhos. A morte não existirá mais, e não haverá mais luto, nem grito, nem dor, porque as coisas anteriores passarão (Cf. Ap 21,4).

Um tempo marcado pela esperança

O Advento definitivo de Nosso Senhor trará tantos benefícios, que devemos esperá-lo com todo entusiasmo. Mais do que esperar, pedir para que Ele venha logo. Maranathá! Vem Senhor Jesus!
Como vivemos esta expectativa da segunda e definitiva vinda de Jesus, não podemos, de modo nenhum, ficar tristes nem desanimados, muito pelo contrário, temos de nos alegrar, porque a nossa libertação está próxima.
As primeiras comunidades, no início do cristianismo, esperavam a vinda eminente de Jesus. Isso fez com que muitos cristãos vivessem de tal modo o Evangelho, que eles eram capazes de dar a vida por Jesus. Eles não se preocupavam muito mais com as coisas deste mundo, seus olhares estavam no mundo futuro, isto é, o céu. Assim deve também está nosso olhar hoje, sem ser imprudente com nossos afazeres, precisamos estar com nosso coração na pátria definitiva onde moraremos para sempre com Deus e o veremos tal como Ele é, pois o veremos face a face.
Agora você compreendeu por que o Advento é um tempo marcado pela esperança. Ele prepara o nosso coração para este grande dia, a segunda vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo. A primeira vinda, na carne, já aconteceu, foi seu nascimento em Belém. A segunda vinda estamos ansiosos esperando.

Sabendo de tudo isso, que, neste ano de 2018 possamos viver o advento diferente dos anos anteriores. Em vez de ficarmos tristes e desanimados, possamos nos alegrar, porque o Senhor veio até nós para nos libertar de todo pecado e de todo mal. Ele veio para trazer consolo aos desesperados, alegria aos tristes e a todos a paz e salvação. Alegremos, pois a nossa libertação está próxima. Maranthá! Vem Senhor Jesus!

0 comentários:

Pesquisar neste Blog

Liturgia Diária

Liturgia Diária
Canção Nova

Arcebispo da Arquidiocese da Paraíba - Dom Delson

Arcebispo da Arquidiocese da Paraíba - Dom Delson
Dom Manoel Delson Pedreira da Cruz

Fale conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Visitantes

A ARMADURA DO CRISTÃO

A ARMADURA DO CRISTÃO
Leia Efésios 6, 10-20

Conselhos do Papa Francisco

Oração de exaltação a Santa cruz

Como Retornar?

Como Retornar?
Dicas para voltar a ter intimidade com Deus

Mensagem

Mensagem
Monsenhor Jonas Abib

Terço

Terço
Mãe da Divina Misericórdia

Mensagem

Reflexão

Frei Galvão

Frei Galvão
História

O Papa Francisco

O Papa Francisco
Vatican

Bíblia Católica On Line

Missa da Forania Praia Sul

Missa da Forania Praia Sul
Santo Antônio do Menino Deus

Missa de Natal - Fotos

Missa de Natal - Fotos
Paróquia Menino Jesus de Praga

255ª Romaria da Penha

255ª Romaria da Penha
Fotos Romeiros

Seja um Padrinho Vem Cuidar de Mim

Comunidade do Timbó recebe Arcebispo Dom Delson

Comunidade do Timbó recebe Arcebispo Dom Delson
Bênção da reforma da Capela Santo Antônio

Missa de Cinzas - Fotos

Missa de Cinzas - Fotos
Paróquia Menino Jesus de Praga

Mensagem

Mensagem
Monsenhor Jonas Abib

Projeto "Igreja no Cinema" - Fotos

Projeto "Igreja no Cinema" - Fotos
Paróquia Menino Jesus de Praga

Missa da Véspera de Natal

Missa da Véspera de Natal
Paróquia Menino Jesus de Praga

10 Anos de Ordenação Diaconal - Fotos da Comemoração

10 Anos de Ordenação Diaconal - Fotos da Comemoração
Diácono Roberto Inocêncio

Ajude o Laureano

Campanha Vem Cuidar de Mim

Campanha Vem Cuidar de Mim
Assine aqui o abaixo assinado!

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI
armaduradocristao@gmail.com

Horário das Missas na Paróquia Menino Jesus de Praga - Bancários

  • Quinta-feira - 19:30hs
  • Sábado - 19:00hs
  • Domingo - 8:00 , 11:00 e 17:00hs
  • Telefone: (83) 3235.5120

Adoração ao Santíssimo

Adoração ao Santíssimo

Salmos on Line

Menino Jesus de Praga

Arquivos Obras Timbó