7 documentos da Igreja que um músico católico não pode deixar de conhecer!

quinta-feira, 18 de maio de 2017


TRA LE SOLLICITUDINI - papa Pio X (1903)
Publicado em 22 de novembro de 1903, primeiro ano do pontificado Papa Pio X e em forma de "motu próprio", foi o documento mais importante sobre música no início do século XX.l, chamado frequentemente de "código jurídico da música sacra". O mesmo estabelece os princípios e normas que devem nortear à utilização da Música nas funções do culto da Igreja Católica. Tentando conter os desvios a cerca da utilização não criteriosa e abusos no canto e nos instrumentos utilizados bem como na incursão de certa musica com cores operísticas, Pio X - chamado de Papa dos artistas, produziu um documento profundo e objetivo. Estabelece ele:
(...) a música sacra deve possuir, em grau eminente, as qualidades próprias da liturgia, e nomeadamente a santidade e a delicadeza das formas, donde resulta espontaneamente outra característica, a universalidade.


MUSICAE SACRAE DISCIPLINA - papa Pio XII (1955)
No dia 25 de dezembro de 1955, num dia de natal, o Papa Pio XII publicou esta carta enciclica sobre música sacra. Logo na introdução faz sentir a importância do documento de Pio X e ao mesmo tempo que destaca a necessidade de atualizar e enriquecer as palavras daquele Motu Próprio.
Com uma primeira parte em que faz uma breve narrativa da presença da música desde o antigo testamento, as primeiras comunidades cristãs e o canto gregoriano, logo Pio XII aludi aos esforços da Igreja de conter e adequar os abusos e equívocos musicais cometidos em outras épocas.
A segunda parte traz um avanço no pensamento da música sacra como expressão artística e experiência religiosa. Pio XII crítica explicitamente o conceito de "arte pela arte", ideia de que a arte não tem outras leis senão aquelas que procedem da sua própria natureza.. Tão importante quanto a arte é o artista que a produz e suas motivações e vida:
(...)o artista sem fé, ou arredio de Deus com a sua alma e com a sua conduta, de maneira alguma deve ocupar-se de arte religiosa; realmente, não possui ele aquele olho interior que lhe permite perceber o que é requerido pela majestade de Deus e pelo seu culto. Nem se pode esperar que as suas obras, destituídas de inspiração religiosa - mesmo se revelam a perícia e uma certa habilidade exterior do autor -, possam inspirar aquela fé e aquela piedade que convêm à majestade da casa de Deus; e, portanto, nunca serão dignas de ser admitidas no templo da igreja, que é a guardiã e o árbitro da vida religiosa."

MUSICAL SACRAM - a Sagrada Congregação para os Ritos e o Concílio Vaticano II sobre a música na sagrada Liturgia (1967)
Musicam Sacram é o título de uma instrução sobre a Música Sacra Católica Romana, emitida pela Sagrada Congregação para o Culto Divino em 5 de março de 1967, em conjunto com o Concílio Vaticano II A instrução trata da forma e natureza da música de adoração dentro da estrutura de Sacrosanctum Concilium.

SACROSSANCTUM CONCILIUM - Vaticano II (1967)
Inteiramente dedicado a liturgia católica, sendo o primeiro a ser emitido pelo concílio e e recebendo quase a unanimidade dos votos dos padres conciliares.
"Para muitas pessoas, a mensagem do Concílio Ecuménico Vaticano II foi compreendida em primeiro lugar mediante a reforma litúrgica", afirma o Papa João Paulo II, no n. 12 da Carta Apostólica Vicesimus quintus annus.
A Sacrosanctum Concilium manifesta como norma geral o desejo de "dar-se a maior atenção a esta plena e ativa participação de todo o povo" na sagrada liturgia, destacando para tanto em primeiro lugar a boa formação de professores de liturgia nos seminários, sacerdotes e fiéis. Em seguida, apresenta reformas a serem aplicadas em larga escala e de forma organizará e prudente. Apesar de afirmar que se "deve conservar-se o uso do latim nos ritos latinos, salvo o direito particular" , a língua vernácula passa a ser uma possibilidade e abre espaço para maior participação do povo:
"Dado, porém, que não raramente o uso da língua vulgar pode revestir-se de grande utilidade para o povo, quer na administração dos sacramentos, quer em outras partes da Liturgia, poderá conceder-se à língua vernácula lugar mais amplo, especialmente nas leituras e admonições, em algumas orações e cantos, segundo as normas estabelecidas para cada caso nos capítulos seguintes."

IGMR - instrução geral do missal romano
Instrução Geral sobre o Missal Romano (em latim: Institutio Generalis Missalis Romani). Diz respeito ao documento, publicado pelo papa com o objetivo de informar aos celebrantes (bispo, padre, diácono e de um modo geral todos que se envolvem no desenvolvimento das celebrações eucarísticas) sobre como celebrar a missa no rito latino. Diz o documento:
"A natureza sacrifical da Missa, que o Concílio de Trento solenemente afirmou1, em concordância com a universal tradição da Igreja, foi de novo proclamada pelo Concílio Vaticano II que proferiu sobre a Missa estas significativas palavras: "O nosso Salvador na última Ceia instituiu o sacrifício eucarístico do seu Corpo e Sangue para perpetuar o sacrifício da cruz através dos séculos até a sua volta, e para confiar à Igreja, sua esposa muito amada, o memorial de usa morte e ressurreição"

CARTA AOS ARTISTAS - papa João Paulo II (1999)
Lançada às portas do novo milênio, em 4 de abril de 1999, este documento de João Paulo II se posiciona como o mais direto texto emitido sobre a arte, sua função social, seus impactos na história da humanidade e a vocação do artista no projeto de construção do Reino de Deus. Inicia-se de forma convocatória:
"A todos aqueles que apaixonadamente procuram novas « epifanias » da beleza para oferecê-las ao mundo como criação artística.”

DISCURSO DO PAPA FRANCISCO AOS PARTICIPANTES NO CONGRESSO INTERNACIONAL DE MÚSICA SACRA - Papa Francisco (2017)
Em março de 2017, papa Francisco discursou para membros do congresso internacional organizado pelo Pontifício Conselho da Cultura e a Congregação para a Educação Católica em Roma. “Música e Igreja: culto e cultura, há 50 anos da Musicam sacram”. . Segundo a rádio Vaticana: O objetivo do congresso foi aprofundar, do ponto de vista interdisciplinar e ecumênico, a relação atual entre a música sacra e a cultura contemporânea; entre o repertório usado pela comunidade cristã e as atuais tendências musicais. Foi analisada ainda a formação estética e musical do clero e dos leigos engajados na vida pastoral. Nas palavras do papa:
“A participação ativa e consciente consiste em saber penetrar profundamente neste mistério, em saber contemplar, adorar e acolher; em sentir o seu significado, graças especialmente ao religioso silêncio e à ‘musicalidade da linguagem com que o Senhor nos fala’”. “A música sacra e o canto litúrgico devem ser plenamente inculturados nas linguagens artísticas e musicais da atualidade, encarnando e traduzindo a Palavra de Deus em cantos, sons e harmonias que façam vibrar o coração de nossos contemporâneos, criando um oportuno clima emotivo, que disponha à fé e suscite o acolhimento e a plena participação no mistério que se celebra”.

1 comentários:

cida disse...

muito bom gostei muito de ler parabéns pelo artigo.

Seja um Padrinho Vem Cuidar de Mim

Pesquisar neste Blog

Liturgia Diária

Liturgia Diária
Canção Nova

PC Magazine

PC Magazine
Informática e Eletrônicos

Novo Arcebispo da Arquidiocese da Paraíba - Dom Delson

Novo Arcebispo da Arquidiocese da Paraíba - Dom Delson

Projeto "Igreja no Cinema" - Fotos

Projeto "Igreja no Cinema" - Fotos
Paróquia Menino Jesus de Praga

10 Anos de Ordenação Diaconal - Fotos da Comemoração

10 Anos de Ordenação Diaconal - Fotos da Comemoração
Diácono Roberto Inocêncio

Fotos

Fotos
Paróquia Menino Jesus de Praga

Visitantes

Ajude o Laureano

Oração de exaltação a Santa cruz

Terço

Terço
Mãe da Divina Misericórdia

Mensagem

Campanha Vem Cuidar de Mim

Campanha Vem Cuidar de Mim
Assine aqui o abaixo assinado!

Conselhos do Papa Francisco

Mensagem

Mensagem
Monsenhor Jonas Abib

Reflexão

Frei Galvão

Frei Galvão
História

O Papa Francisco

O Papa Francisco
Vatican

Bíblia Católica On Line

Mensagem

Mensagem
Monsenhor Jonas Abib

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI
armaduradocristao@gmail.com

Horário das Missas na Paróquia Menino Jesus de Praga - Bancários

  • Quinta-feira - 19:30hs
  • Sexta-feira -06:00hs
  • Sábado - 19:00hs
  • Domingo - 8:00 e 17:00hs
  • Telefone: (83) 3235.5120

Siga o Armadura por e-mail

Ocorreu um erro neste gadget

A ARMADURA DO CRISTÃO

A ARMADURA DO CRISTÃO
Leia Efésios 6, 10-20

Adoração ao Santíssimo

Adoração ao Santíssimo

Salmos on Line

Menino Jesus de Praga

Arquivos Obras Timbó